Desculpa se te chamo de amor...

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Sempre querendo o impossível

Sabe o que eu queria agora, meu bem? Sair, chegar lá fora e encontrar alguém que não me dissesse nada, nem me perguntasse nada também, que me oferecesse um colo, um ombro, onde eu desaguasse todo desengano.

Um comentário:

  1. eu gosto muito dessa música... ja passei noites inteiras ouvindo isso

    ResponderExcluir